O workshop no Planalto Norte Catarinense: redes de atenção a saúde articulando e compartilhando ações de humanização e educação permanente no processo de trabalho, realizado no dia 23.11, reuniu profissionais de saúde de instituições Públicas e Privadas como gestores, enfermeiros, médicos, assistentes sociais, dentistas, farmacêuticos, técnicos de enfermagem, agentes comunitários de saúde, acadêmicos,  entre outros, dos municípios de Canoinhas, Três Barras, Itaiópolis, Porto União, Jaraguá do Sul, São Bento do Sul, Rio Negrinho, Luiz Alves e Joinville.

Destacaram-se as experiências exitosas sobre:

  • A hora da história: oficina de contação de histórias para trabalhar temas em saúde com crianças.
  • A educação permanente em saúde na integração ensino serviço.
  • Utilizando metodologias ativas para a educação permanente em saúde para qualificação do programa saúde na escola.
  • A educação permanente como estratégia transformadora na prevenção do suicídio.
  • Capacitação dos profissionais da atenção primária à saúde de são bento do sul/sc sobre o suicídio em adolescentes: ações do setembro amarelo.
  • Arranjo produtivo local para produção de plantas medicinais nativas na área de preservação permanente do rio vermelho, são bento do sul
  • Experiências exitosas dos agentes comunitários de saúde em Mafra/sc.
  • Empoderando das agentes comunitárias de saúde, na detecção do hiv e sífilis.
  • O uso das tecnologias leves para o cuidado em saúde mental
  • Agendamento com acolhimento e classificação de risco nas unidades de estratégia de saúde da família no munícipio de canoinhas-sc.
  • Saindo dos muros – atividades lúdico-comunitárias como estratégia de promoção e prevenção em saúde – i gincana da atenção primária em saúde de rio negrinho.
  • Gincana de educação em diabetes.
  • Estratégia saúde da alegria: humanização e alegria no cuidado domiciliar em Três Barras/SC.

As palestras, ministradas por profissionais competentes, foram sobre Redes de Atenção à Saúde Permanente com o palestrante Dr. Júlio César Schweickardt do Fiocruz/ Amazonas; Implementação da Educação Permanente e Humanização no Vale de Itajaí com a palestrante Me Gisele Ruaro e Políticas de Educação Permanente e Humanização com os palestrantes Esp. Fernando Wendhausen e Esp. Fátima Rovaris, membros da Divisão de Educação Permanente do Estado de Santa Catarina.

A Coordenadora do Evento foi realizado pela Profª Dra Daniela Pedrassani, vinculado ao Programa de Mestrado em Desenvolvimento Regional, Grupo de Pesquisa Políticas Públicas e cursos da área da saúde, com  apoio financeiro da FAPESC.

            Para a Profª Dra Daniela Pedrassani “No evento foram disseminadas informações sobre a utilização e a qualidade das ações de educação permanente e humanização nos serviços de saúde no Planalto Norte Catarinense. A proposta deste evento convergiu com a compreensão de que é imperativo o saber disseminado em toda a sociedade de modo que esta compreenda o sentido e o significado da saúde pública e privada incluído as políticas de humanização e educação permanente estabelecidas pelo Ministério da Saúde”.

As políticas de educação permanente e humanização são processos de aprendizagem no trabalho, onde o aprender e ensinar se incorporam ao cotidiano das organizações, transformando e disseminando as práticas profissionais.