04 out

A Universidade do Contestado, recebeu, no Miniauditório do Campus Concórdia, a Dra. Maristela Stamm, pesquisadora na área de suicídio, que retornou à UnC com muito carinho para ensinar a todos sobre o tema que a motivou em muitas pesquisas ministrou a conversa que trouxe à tona o suicídio, explicação de como ocorre em grande escala tornando-se um problema de saúde pública.

A professora Maristela, que se aposentou na UnC, relatou sobre os mitos e sobre o mal que fazemos para nós mesmos em não falar sobre o suicídio, além disso, sugeriu leituras, e apresentou Grupos de Apoio às pessoas com depressão.

O evento, que teve como objetivo mobilizar sobre a valorização da vida, fazendo parte do “Setembro amarelo”.

Segundo a Prof.ª Daniela Dias Oliva, coordenadora da Universidade Aberta à Terceira Idade (UNATI), o evento “foi um momento extremamente importante, de informação e muito aprendizado. Os participantes tiveram a oportunidade de refletir sobre a valorização da vida e certamente cada um fez relações emocionais com as situações vividas em suas famílias. Agradeço imensamente à disponibilidade da Maristela por sempre estar colaborando com a  UnC, seja como voluntária do UNATI ou palestrando para todos nós!

Prevenir certamente é o caminho. Estejamos atentos aos sinais que os nossos colegas, amigos ou familiares possam estar nossa indicando, que possamos agir em prol da vida, sempre!

A palestra contou com a participação de colaboradores da UnC, alunos da Universidade Aberta à Terceira Idade (UNATI), além de alunos dos cursos de graduação em Fisioterapia e Ciências Contábeis, que expuseram suas opiniões e relataram casos pessoais.

Fundado em São Paulo em 1962, o Centro de Valorização da Vida- CVV, é uma associação civil sem fins lucrativos, filantrópica, reconhecida como de Utilidade Pública Federal em 1973.

Deixe um Comentário