UnC recebe visita de pesquisadores americanos

18 de setembro de 2014 | Deixe um comentário

Três pesquisadores americanos, NeilGriffis (UW) e Nicholas David Fedorchukb (UCLA), liderados pelo Ph.D John Isbell da Universidade de Wisconsin, e dois pesquisadores da UFRGS, Willian MikioKuritaMatsumurae  Guilherme ArsegoRoesler, estiveram realizando pesquisas de campo no município de Mafra e região acompanhados dos pesquisadores da UnC Luiz Carlos Weinschütz, João Ricetti, Everton Wilner e Camila de Moura.

A visita, de 07 a 11 de setembro, teve como objetivo a coleta de dados e informações para a montagem de um projeto internacional e multi-institucional para refinamento do conhecimento geológico da Bacia Sedimentar do Paraná, com ênfase na correlação da estratigráfica e cronológica das unidades geológicas desta região com outros países.

Caso o projeto seja aprovado, existe a possibilidade real da participação da UnC como instituição de apoio as pesquisas, devido principalmente a sua localização central na área de interesse e pelos trabalhos já desenvolvidos referentes a geologia e paleontologia da região que servirão de base para o estudo. Segundo o coordenador do CENPALEO/UnC, Luiz Carlos Weinschütz, “A concretização deste projeto poderá oportunizar o aporte financeiro para instalação de novos laboratório no CENPALEO e o intercâmbio de pesquisadores e estudantes entre as instituições envolvidas”.

Como forma de agradecimento pela acolhida em Mafra e pelo apoio logístico recebido, o Dr. John Isbell proferiu uma palestra no dia 09 para alunos do Curso de Ciências Biológicas da UnC/Mafra. Na ocasião, ele comentou sobre as mudanças climáticas pretéritas e sua comparação com as transformações atuais do clima, e ressaltou a importância de Mafra/Rio Negro e região para a compreensão de um dos períodos Geológicos mais importantes da história da Terra, a passagem do Carbonífero para o Permiano (em torno de 300 milhões de anos atrás). Para John “neste período o hemisfério sul passava por uma grande mudança climática, ocorria uma grande glaciação, e aqui em Mafra e Região estão as mais belas e completas sequências de rochas que contam esta história”. Ele falou também sobre o Monumento da “Pedra Caída”, na Pirambeira em Rio Negro, considerado para ele o melhor exemplo deste período glacial para o nosso planeta. Para Luiz estes comentários, além de enaltecer o potencial de nossas cidades, servem de alerta para toda a comunidade Rio Mafrense (população, políticos, estudantes, empresários) sobre a necessidade de medidas para conservação e manutenção do monumento da Pedra Caída e apoio ao Museu da Terra e da Vida/CENPALEO.

Dr. John Isbell é atualmente professor do departamento de Geociências da Universidade de Wisconsim, na cidade de Milwaukee, EUA, é especialista em sedimentologia e estratigrafia de sequências em depósitos glaciais. Atualmente desenvolve trabalhos na Antártica, Argentina, Austrália, África do Sul, Ilhas Falklands, Rússia (Sibéria), EUA e agora no Brasil. Coordenou 14 expedições para a Antártica. 

Deixe seu comentário