16 jun

Aliar a teoria à prática do mercado foi a proposta da atividade de extensão realizada pelos acadêmicos da 1ª fase do Curso de Engenharia Civil da UnC. O grupo esteve em visita técnica a duas obras da empresa Dalvemar Construções em Concórdia.

O coordenador do Curso, professor Julio Rech, disse que a visita possibilitou aos estudantes uma visão sobre o conceito de obra e suas etapas de construção. A primeira obra visitada foi uma edificação unifamiliar, em que os alunos puderam verificar alvenaria, estrutura em concreto armado, lajes pré-moldadas, escoramentos e instalações elétricas. A segunda obra é uma edificação mista com salas comerciais e apartamentos, possuindo o total de 4 andares. Nesta obra foi possível visualizar a construção em fase de acabamento, com revestimentos cerâmicos, pintura, churrasqueira, layout de edifícios e vigas de transição. O grupo foi acompanhado pelo professor, eng. Civil Luan Picinin Sartori.

Na Grécia antiga era normal e de praxe da população grega se reunir na praça (Ágora) para discutir seus problemas e situações da vida. A praça era um espaço público do debate e da tomada das decisões.

Nesta perspectiva, o Prof. Dr. Jairo Marchesan do Curso de Engenharia Civil desenvolveu uma aula na praça Dogelo Goss, centro da cidade de Concórdia. A atividade pedagógica faz parte da disciplina de Sociedade e Meio Ambiente ministrada pelo referido Professor.

Primeiramente, Acadêmicos e o Professor se reuniram e refletiram sobre vários aspectos, tais como: conceito de praça, significado, importância, distribuição espacial da população no município (urbana e rural), histórico do município e da cidade, edificações, estrutura e função social da cidade, transformações no tempo e no espaço, planejamento urbano, acessibilidade, problemas, desafios e outros.

Na sequência da atividade pedagógica, os Acadêmicos foram orientados a se deslocarem em grupos ou individual para várias partes da cidade observando aspectos sociais, econômicos, ambientais, como, por exemplo, bacias ou micro bacias hidrográficas, rios, disposição do lixo, drenagem, acessibilidade, arborização e outros.

Após, o grupo voltou a se reunir na praça apresentando as constatações, impressões e proposições. Foi um momento de belas e profundas reflexões.

Entende-se que a implementação de tais atividades pedagógicas instiga os Estudantes a observarem, perceberem e analisarem situações concretas e inerentes a formação profissional.

Afinal, desenvolver atividades pedagógicas diferenciadas pode e deve ser uma das alternativas no processo ensino aprendizagem.

 

1 Comentário

  • Gilmar Antonio da Rosa 22 de junho de 2017 at 07:57

    Parabéns, Coordenador Julio e Profº Jairo, concordo e apoio este tipo de atividade pedagógica, os resultados na aprendizagem são excelentes.

    Responder

Deixe um Comentário