A Política de Educação Ambiental na Universidade do Contestado – UnC deverá ser articulada entre as ciências naturais, sociais e exatas por meio de uma metodologia de abordagem interdisciplinar.

A abordagem interdisciplinar deverá atender aos objetivos fundamentais da Educação Ambiental, permitindo uma compreensão integrada do meio ambiente, em suas múltiplas e complexas relações, envolvendo aspectos ecológicos, psicológicos, legais, políticos, sociais, econômicos, científicos, culturais e éticos.

       Para implementação de projeto interdisciplinar na perspectiva das diretrizes da Política Nacional de Educação Ambiental as Pró-Reitorias orientarão as metodologias de implantação nos conteúdos e currículos dos Cursos de Graduação para incorporação do tema “Meio Ambiente” em suas disciplinas, visando uma paulatina mudança de atitudes necessárias para o desenvolvimento sustentável da sociedade.

        Os projetos de Educação Ambiental com o envolvimento de alunos e professores deverão contemplar atividades que possibilitem desenvolver atitudes e ações favoráveis ao meio ambiente e de respeito e responsabilidade em relação ao bem estar dos indivíduos.

         A Pesquisa e a Extensão devem priorizar projetos de ação e intervenção na busca de soluções para os problemas ambientais, no sentido de construção da cidadania,considerando a pluralidade e a diversidade cultural ao trabalhar a questão ambiental, procurando contextualizar as ações e as atividades a serem desenvolvidas.

         A formação de professores e discentes priorizará a divulgação das informações de caráter educativo, trabalhos técnicos, científicos e artísticos sobre a temática ambiental, através dos meios de comunicação disponíveis na Universidade.

       Para atender às diretrizes da Política Nacional de Educação Ambiental, a UnC investirá na capacitação continuada de professores e ações educativas formativas, relacionadas às questões ambientais que afetam a qualidade do meio natural, social e cultural.

      O Fórum Ambiental UnC propiciará a reativação de um espaço no contexto da Universidade para que, professores e sociedade, possam discutir e avaliar as estratégias educacionais, conteúdos e atitudes a serem adotadas, visando a inserção da temática ambiental no currículo de forma articulada com o projeto educativo dos cursos, por consequência da Universidade.